fbpx

“50 ANOS DO TRI” E “CATARSE” CONQUISTAM A TAÇA CINEFOOT 2020

“50 ANOS DO TRI” E “CATARSE” CONQUISTAM A TAÇA CINEFOOT 2020

Na sua edição 11, integralmente disponibilizada online para todo o Brasil, o CINEFOOT teve como como campeões os brasileiros “50 ANOS DO TRI”“CATARSE”, nas categorias de longa e curta metragem, respectivamente.

A definição dos filmes vencedores nas mostras competitivas aconteceu exclusivamente através do voto do público, que este ano praticou a votação por  meio de uma cédula online.

“50 ANOS DO TRI”, direção de André Gallindo, retrata os bastidores do título mundial conquistado pela Seleção Brasileira no México em 1970, que assegurou a permanência da Taça Jules Rimet em definitivo para o Brasil.

“CATARSE”, direção de Daniel Brunet, mostra o que a torcida do Flamengo sentiu nas horas que antecederam a conquista da Copa Libertadores, em Lima, em novembro de 2019. 

As medalhas de prata e bronze nas duas categorias foram assim definidas:

2˚ Lugar na categoria Longa-metragem:

A GLÓRIA ETERNA, Dir. Ricardo Taves e Adriano Esteves, Brasil.


3˚ Lugar na categoria Longa-metragem:

IDENTIDADE, Dir. José Carlos García e Carlos Granda, Peru.


2˚ Lugar na categoria Curta-metragem:

MEU AMIGO ALEMÃO, Dir. Paulo Junior, Brasil.


3˚ Lugar na categoria Curta-metragem:

PONTA NEGRA F.C., Dir. Diego Mello, Igor França, João Pedro Castro, Rafael de Moura Machado, Brasil.


O Troféu João Saldanha, destinado ao filme que apresente a melhor expressão das faces humanas, democráticas e libertárias do futebol, dentre todos os filmes exibidos no festival, foi destinado para “PROCURANDO PANZERI”, uma coprodução Argentina/Chile, com direção de Sebastian Kohan. “O jornalista Dante Panzeri enfrentou o poder e morreu sozinho e esquecido Recuperá-lo é um ato de dignidade essencial diante da cruel realidade. Sem Panzeri, os dias do futebol estão contados”, afirma o diretor.


No Prêmio REDAÇÃO AM, o vencedor foi a dupla Luiz Penido (Rádio Globo) e Tano Santarsiero (Rádio Sintonía Monumental, Argentina) pela arrebatadora narração dos gols decisivos da final da Copa Libertadores 2019.


Os premiados do 11˚CINEFOOT:

1) Taça Cinefoot de Melhor Longa-Metragem:

“50 ANOS DO TRI”, Dir. André Gallindo, Brasil.


2) 2˚ Lugar na categoria Longa-metragem:

A GLÓRIA ETERNA, Dir. Ricardo Taves e Adriano Esteves, Brasil.


3) 3˚ Lugar na categoria Longa-metragem:

IDENTIDADE, Dir. José Carlos García e Carlos Granda, Peru.


4) Taça Cinefoot de Melhor Curta-Metragem:

“CATARSE”, Dir. Daniel Brunet, Brasil.


5) 2˚ Lugar na categoria Curta-metragem:

MEU AMIGO ALEMÃO, Dir. Paulo Junior, Brasil.


6) 3˚ Lugar na categoria Curta-metragem:

PONTA NEGRA F.C., Dir. Diego Mello, Igor França, João Pedro Castro, Rafael de Moura Machado, Brasil.


7) Troféu João Saldanha:

“PROCURANDO PANZERI”, Dir. Sebastian Kohan, Argentina/Chile.


8) Troféu REDAÇÃO AM:

Luiz Penido (Rádio Globo) e Tano Santarsiero (Rádio Sintonía Monumental, Argentina)


Programação completa: www.cinefoot.org

share

Recommended Posts